Pesquisar neste blog

domingo, 11 de dezembro de 2011

8 Confrontação

(La reproduction interdite, 1937)
Réné Magritte
     

     Ele era um cara bem quisto por uns e não odiado por outros.
     Sabia agradar aos próximos e também aos distantes.
     Tinha sempre a palavra certa.
     Até que um dia, nada do que ele falava arrancava a aprovação de um Outro.
     Aquilo, a princípio, lhe deu raiva. Mas de si mesmo. Conforme o tempo passava, o sentimento real foi dando as caras.
     Medo.
    Mas de que?, pensou ele. Não era de si próprio e ele sabia disso.
     Era medo do Outro.
     Isso o fez sentir-se louco, paranoico e por fim, covarde.
     Covarde...
     Era essa a verdade que ele vinha escondendo a vida inteira. Ele tinha medo de ouvir um “não”, ou até mesmo um “sim”. Tinha medo de um olhar duro, quem sabe até de olhar nenhum.
     Foi uma verdadeira bofetada.
     Agora o sujeito passa horas em frente a um espelho, com expressão dura. Encarando um desconhecido e tentando conhecê-lo. Esse estranho não tem medo, isto é sabido. Quem sabe o covarde aprende alguma coisa útil.
     Não será de um dia para o outro que esses dois ficarão íntimos. Entretanto deem tempo a ambos e logo serão como um só. Ou exatamente isto.
     A outra alternativa seria temer até mesmo o próprio reflexo...

Angelus.

8 comentários:

  1. As vezes desconhecemos o nosso interior porque um medo maior nos envolve e nos constrange. Nem sempre consiguimos fazer com que o que há dentro da alma transpareça aqui fora do jeitinho que devia ser; preferimos esconder-nos de nós mesmos.
    Sabe, também tenho medo do Outro, rs
    Fantástico Angelus.
    Beijinhos, ótima semana! :*

    ResponderExcluir
  2. Amigo Angelus,

    Quando as coisas vão erradas e o momento é de crise, não pense que todos os seus esforços têm sido em vão, segue.
    Talvez tudo tenha sido para melhor. Sorria... E experimente outra vez! Pode ser que o seu aparente esforço venha a ser a porta mágica que o conduzirá para uma nova felicidade, que você jamais conheceu. Você pode estar enfraquecido pela luta, mas não se considere vencido. Isso não quer dizer derrota. Não vale a pena gastar seu precioso tempo em lágrimas e lamentos.
    Levante-se!
    E enfrente a vida outra vez. E, se você guardar em mente a alto objetivo de suas aspirações, os seus sonhos se realizarão. Tire proveito dos seus erros. Colha experiências das suas dores. E, então, um dia você dirá:
    “... GRAÇAS A DEUS EU OUSEI EXPERIMENTAR OUTRA VEZ,
    E REENCONTREI A PAZ, O AMOR E A FELICIDADE..."

    Que a paz de Deus permaneça no seu coração renovando suas forças e esperanças a cada dia!

    http://www.youtube.com/watch?v=rRw715y39hU

    Um abraço carinhoso da equipe do Yehi Or

    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto..."Sabia agradar aos próximos e também aos distantes." - Nessa parte podemos perceber o quanto é importante sermos autênticos e não sentirmos na obrigatoriamente de agradar a todos, pq quem assim reage é pq certamente tem o receio da não aceitação...dizer sim é a palavra preferida desses, ser servo de situações que vão contra sua vontade, só pq não ter coragem de ouvir um sonora NÃO...Um espelho pode realmente funcionar, mas o confronto só é valido quando o individuo é pego de surpresa, quando uma boa pergunta o faz suar. Quando um olhar diferente o faz perceber que ali habita uma personalidade e não um repetidor de opiniões.

    Grande abraço obrigado pela visita: http://azulverdecha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Conhecer a si mesmo deve ser uma premissa pra vida, não?! Bom texto moço!
    Vim retribuir a visita e adorei ler tuas palavras. Agradeço o carinho e aproveito para desejar que o natal venha com luz e harmonia pro seu lar e coração! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Amigo,

    Nessa oportunidade venho agradecer pela sua amizade e desejar que a paz, a saúde e a esperança estejam sempre presentes em sua caminhada em 2012...

    Tenha um feliz e abençoado Natal!

    Um grande abraço

    Deus seja contigo

    ResponderExcluir
  6. Ou continuaria temendo o reflexo do outro...

    ResponderExcluir
  7. minha querida venho aqui te desejar um feliz ano novo! Que em 2012 vc possa continuar compartilhando seu talento na blogosfera.

    ResponderExcluir
  8. Amigo,

    A busca pela identificação ou quando ela acontece de forma inesperada pode ser um tanto assustador. Leva um tempo para assimilarmos as nossas verdades até que a estranheza não se faça mais presente. Mas sempre existirão aqueles que neguem sua própria realidade...

    Espero que esteja tudo bem com você, Angelus... Dê notícias.

    Um grande abraço
    Deus seja contigo

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Sua opinião pessoal sobre o post é muito importante.